Grinding Reaction, Diadema, SP (Metal/Hardcore)‏

18:43 Njeskjarol 0 Comments


Banda fundada no ano 2000 em Diadema, região do ABC Paulista, formada por: J.M.(vocal), Hugo(guitarra), Renato(contra-baixo) e Leandro(bateria). Com essa formação foram lançados, dois registros fonográficos a demo-tape Grinding Reaction (2001) e o cd/ep Oppression, Negligence, Tears and Blood (2004).

Ambos os trabalhos trazem composições próprias com as temáticas das letras girando em torno de questões políticas, sociais e culturais próprias da sociedade capitalista, descritas a partir do olhar reflexivo e critico dos integrantes da banda. Musicalmente as composições mostram uma mistura moderna de Hardcore(Old School e New School) com o Thrash Metal e Death Metal.

No processo de divulgação destes trabalhos, realizada de forma totalmente independente, no período de 2002 a 2005, destacam-se: a radio difusão da musica "You dont care!" no programa a "A vez do Brasil", da extinta, 89,1 FM "A radio rock de São Paulo" e as execuções das musicas "Nazi bastards" e "Rise" no programa "Circulo de Fogo" da Viriato FM de Portugal. Também podem ser destacados shows com as bandas Ação Direta, Social Chaos e CAD(Eslovênia) em Diadema, com a banda Bitume(Alemanha) em São Paulo, dois shows com a banda canadense Figure Four em Minas Gerais e dois shows no Rio de Janeiro com a banda paulista Imminent Chaos. A distribuição destes registros gerou uma serie de resenhas em fanzines, webzines e revistas como "Rock Brigade" em várias localidades no Brasil e em outros países como Chile, Argentina, Peru, Ucrânia, Rússia, EUA, Bélgica e Portugal.

Em 2005, a banda, sofre sua primeira alteração de formação com a saída de Hugo e as entradas de Andre e Gustavo nas guitarras. Gustavo permaneceu apenas alguns meses e o time só se estabiliza com a entrada do guitarrista Dione em 2006. Com os músicos Leandro, Renato, J.M., Andre e Dione, o G.R., realiza shows em importantes bares do underground paulistano como no "Manifesto" e "Blackmore" e inicia um intenso processo de reestruturação de musicas antigas, não gravadas, e de composição de material inédito. Porém, por motivos particulares de alguns integrantes e de convívio entre outros a banda Grinding Reaction, em setembro 2008, encerrou suas atividades.

Em 2011 a banda volta às suas atividades sem fixar uma formação. Só consegue definir uma formação estável em junho de 2014, Wesley na bateria, Renato no contra baixo, Victor na guitarra e Ricardo na guitarra e na voz. Com essa formação a banda volta a compor e tocar ao vivo.

Em 2015 o G.R. volta a gravar e lança o seu terceiro trabalho de estúdio, o EP “Tempo, Persistência e Fúria” uma releitura da antiga sonoridade da banda e uma indicação do novo caminho musical a ser percorrido pelo grupo. Também em 2015 o Grinding Reaction participa do Red Sand Fest e divide palco com o mito Ratos de Porão.

Em 2016 os projetos são continuar fazendo shows, gravar o nosso primeiro vídeo Clip e voltar ao estúdio pra gravar nosso Full Disc.

Formação:
Weslley Ferreira (Bateria)
Renato Spadini Jr (Contrabaixo)
Victor Rotta (Guitarra e Backing Vocals)
Ricardo Marchi (Guitarra e Voz)

Confira a Página Oficial no Coletivo La Migra: http://bit.ly/1PM1U2i

Fonte: Coletivo La Migra
Site Oficial: coletivolamigra.com
Facebook: Facebook.com/ColetivoLaMigra
E-Mail: coletivolamigra@gmail.com

0 comentários: